Histórico do escritório DE LIA PIRES ADVOGADOS

O longo caminho que hoje conta com os mais de 80 anos de tradição na advocacia teve início na década de 1930, com a montagem de uma banca na avenida Mauá, próximo ao Palácio do Comércio, em Porto Alegre. O lendário Voltaire de Bittencourt Pires, um dos mais respeitáveis advogados da época, inaugurou a geração de causídicos da família Pires que hoje possuí o prestígio conquistado ao longo de décadas de árduo trabalho. Nas palavras do ilustre Paulo Brossard de Souza Pinto, Voltaire era:

“delgado, terno impecável, a agilidade na tribuna, músculos retesados, voz modulada e enérgica, olhos cintilantes, cabelo negro, gesto solto, palavra fluente. Alegre e expansivo. Cordial e afetuoso. Talvez devesse dizer ruidoso, quem sabe trepidante. Abundante, parece melhor. Abundante em tudo.”
 








  • 1940

    No início dos anos 1940 ingressa no escritório Oswaldo de Lia Pires, somando-se a Voltaire e Zola Emílio Silva que o compunham, criando a semente da atual sociedade de advogados.

  • 1950

    A trágica morte de Voltaire em acidente aéreo em 14 de agosto de 1950, com apenas 45 anos de idade, compeliu o então jovem sobrinho e aprendiz Oswaldo de Lia Pires a assumir os encargos deixados pelo mentor.

  • Nos anos 1950, após a morte de Voltaire, ingressa no escritório Célio de Lia Pires, seguido por Érico Barone Pires, sobrinho e filho de Voltaire, respectivamente. A sociedade então, ficou constituída por estes quatros titãs da advocacia gaúcha: Oswaldo de Lia Pires, Zolá Emílio Silva, Célio de Lia Pires e Érico Barone Pires, que perdurou até os anos de 1970, oportunidade em que Érico assumiu a magistratura, carreira que exerceu até se aposentar como Desembargador.

Ao longo destes anos, o escritório ganhou renome em todo o território rio-grandense, haja vista a qualidade nos trabalhos desempenhados, em especial as brilhantes atuações dos advogados nos tribunais, que fizeram do escritório expressão máxima nesta categoria. Tudo isso conjugado ao êxito em causas dadas como impossíveis, fizeram do advogado Oswaldo de Lia Pires, bem como do escritório latu sensu, um dos mais conhecidos da região Sul.

 








  • 1980

    No início dos anos 1980 ingressa no escritório Flávio Barros de Lia Pires, filho de Célio e sobrinho de Oswaldo de Lia Pires, buscando o aperfeiçoamento dos trabalhos dos mestres, especializando-se em Direito Penal e Processo Civil, dando continuidade ao longevo trabalho dos fundadores com base em seus ensinamentos e nos estudos despendidos.

  • 2004

    Recentemente, em 2004, o escritório passou a contar com Gustavo de Azambuja Pires, neto de Oswaldo, que embora visasse a contribuir para o aprimoramento do escritório com ideias visionárias, faleceu precocemente no ano de 2009.

O início do século foi de grande tristeza para o escritório. Os falecimentos de Célio em 2005, de Gustavo em 2009 e de Oswaldo em 2010, fizeram da primeira década do século em luto constante. Todavia, o legado deixado pelos proeminentes causídicos não deixou o escritório esmorecer e em que pese as baixas sofridas, manteve-se o mesmo nível de qualidade sempre executado, permanecendo no topo da lista dos grandes no Estado e no país.

 








  • 2015

    No início do ano de 2015, ingressou no escritório a quarta geração da família, na figura de Brunno Ruschel de Lia Pires, filho de Flávio e neto de Célio, almejando dar continuidade ao trabalho desenvolvido pelos mentores.

  • 2015

    Nesse mesmo ano, Pedro Kurban, outrora estagiário do escritório, em razão de especial talento e dedicação apresentados, passou a integrar a equipe de advogados.

  • 2018

    Completando a composição atual, Gabriela Ruschel de Lia Pires e Thiago Pires Jardim de Oliveira, filha e sobrinho de Flávio, ingressaram no ano de 2018, agregando qualidade ao seleto quadro de profissionais do escritório.

A longa e exitosa história do escritório consiste no seu diferencial, uma vez que de geração a geração, as experiências são transmitidas e a conservação das fórmulas do sucesso garantem ao cliente a certeza da qualidade do trabalho desempenhado, característica que faz da DE LIA PIRES ADVOGADOS, referência atemporal na advocacia gaúcha.