Instituto leva o nome de Oswaldo de Lia Pires
8 de janeiro de 2019
Emoção e reconhecimento marcam homenagem da OAB/RS aos 65 anos de advocacia de Oswaldo de Lia Pires
8 de janeiro de 2019

Portaria é um reconhecimento aos relevantes serviços prestados à classe dos advogados.

Um dos momentos mais emocionantes da Sessão Magna, em comemoração ao Dia do Advogado, na noite desta quarta-feira (11), no Teatro do Bourbon Country, foi a entrega da portaria de Advogado Emérito - In Memoriam – para Oswaldo de Lia Pires, que foi recebida por sua esposa Dinah Roquette Pires, de 89 anos.

O título é um reconhecimento aos relevantes serviços prestados à classe dos advogados, nos quais se destaca por íntegra e ilibada atuação na área do Direito, carreira essa primada sempre pelo fiel cumprimento da justiça.

Um dos criminalistas mais respeitados e conhecidos do Brasil, Lia Pires nasceu em 26 de março de 1918, em Montenegro (RS). Filho de Clodoveu de Bittencourt Pires e Adelina de Lia Pires, já falecidos. Em 19 de janeiro de 1945 foi-lhe outorgado o diploma de Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais, pela Faculdade de Direito da Universidade de Porto Alegre, mas já advogava desde 1943. Em 1945, 17 de maio, casou-se com Dinah, com quem teve três filhos, que lhes deram seis netos e três bisnetos. Lia Pires faleceu aos 92 anos, do dia 26 de dezembro de 2010.